Saiba tudo sobre o Robalo Peva e Flecha, Dicas, diferenças entre um e outro e muito mais






Sua pesca exige muita técnica, iscas selecionadas, arremessos precisos, observação e conhecimento do comportamento alem de um equipamento equilibrado.

Características Gerais: 
Cor prata-acinzentada; ventre esbranquiçado; listra preta da cabeça ao rabo; corpo alongado; dentes pequenos serrilhados. Espécies: As duas espécies mais comuns que encontramos no Brasil são:




Robalo Flecha - (Commun snook) 
Centropomus undecimales - atinge mais de um metro de e mais de 20 kg , possui nadadeiras mais amarelas e a linha lateral mais escura, é mais esguio e tem a cabeça mais pontuda. Sua nadadeira anal tem o 2º espinho menor que o 3º espinho. É mais agressivo, logo a isca deve ser trabalhada com mais intensidade e velocidade.

Outros nomes comuns: 
Camurim-açú, Camurim-preto, Camurim flecha, Bicudo, Robalão, Escalho, Robalo furão, Robalo cambriaçu.

Quando e onde pescar: 
O ano inteiro, em rios costeiros, mangues, praias, costões rochosos, estuários e mesmo em recifes de corais, da superfície aos 20 metros de profundidade.

Dicas de Pesca 
Os grandes robalos flecha devem ser procurados em geral em dias de marés grandes, ou seja, de luas cheia ou nova, e, de preferência, entre o reponto da maré de enchente e o final da vazante, inclusive no reponto. Iscas de sardinha ou parati vivas, bem como grandes camarões vivos, são ideais. Entre as artificiais, grandes iscas de meia-água (até 15 cm), iscas plásticas e camarões artificiais são as mais indicadas.





Robalo Peva - (Fat snook) 
Centropomus enciferus - atinge 55 cm e até 6 kg de peso, tem o corpo mais alto e curto, as nadadeiras são acinzentadas, a coloração é chumbo esverdeado no dorso e as laterais prateadas. Sua nadadeira anal tem o 3º espinho menor que o 2º espinho É bem mais manhoso pois exige um trabalho de isca mais lento mais espaçado.

Outros nomes comuns: 
Robalo peba, Camurim apuá, Cambriaçu, Camurim branco, Camurim amarelo, Camurim peba, Camurim pena, Camurim tapa, Camuri, Cangoropeba.

Tamanho: 
Chega a 70 cm e 5 kg. O recorde da IGFA é de 4,960 kg, aqui do Brasil mesmo, no Rio Grande do Sul (Rio Mampituba), em 2005.

Quando e onde pescar: 
O ano inteiro, em rios costeiros, mangues, praias, costões rochosos e estuários, da superfície aos 20 metros de profundidade.

Dicas de Pesca 
Para os Robalos Peva, iscas artificiais, como Plugs (até 10 cm), pequenos jigs de penas e de metal fazem grande sucesso entre eles, principalmente se o pescador estiver em áreas de baías e estuários, pescando no fundo. Camarões artificiais de tamanho médio também são excelentes opções, até em regiões do Nordeste, em meio aos currais de pesca e às arvores de manguezais. Caso a preferência seja por iscas naturais, escolha sardinhas, parati e camarões vivos.


Comentários