350 “falsos pescadores” São investigados pela Polícia por recebimento ilegal de indenização da Samarco


Mineradora paga indenização para pescadores afetados pela tragédia de Mariana (MG), em 2015. Mas "espertinhos" estariam aproveitando... Pescadores receberam uma verba da mineradora por conta do desastre de Mariana

Aproximadamente 350 pessoas são investigadas pela Polícia Civil, em Governador Valadares (MG), por serem suspeitas de recebimento ilegal das indenizações da Samarco.

A verba é destinada aos pescadores que foram prejudicados com o rompimento da Barragem do Fundão, em Mariana (MG), há pouco mais de dois anos.




Segundo informações da EM, o inquérito foi aberto em setembro pela Polícia Civil a pedido do Ministério Público. O órgão recebeu informações de que algumas pessoas estariam se passando por pescadores para receberem indevidamente as indenizações.

A Delegada responsável pela Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações, Juliana Fiúza, revelou que pessoas suspeitas foram identificadas. Agora elas serão investigadas por falsidade ideológica e responderão polo crime. 


Comentários