Tarpon o Príncipe de Prata dos mares, saiba mais e aprenda como pescar este gigante







Tarpon, um dos peixes que qualquer pescador sonha ter um dia na ponta da sua linha. Um peixe agressivo com saltos fantásticos que podem levar qualquer pescador a loucura proporcionando muita emoção.

Conheci entre a maioria dos pescadores como o Rei de Prata pela sua coloração prateada e pelas suas brigas incríveis e pela beleza dos seus saltos. Sua beleza é formidável, sua cor é prateada, com escamas grandes e reluzentes. Seus olhos são grandes, e o corpo tem forma de torpedo.

O Tarpon pode ser localizado quando esta se alimentando, eles costumas caçar outros peixes em cardume e neste momento a agitação na superfície é incrível, podendo o pescador até ver o Bitelo saltar para fora d'água. O Tarpon é encontrado em toda a costa Brasileira e até mesmo nos mangues.

Baby Tarpons 

Também chamados de Camurupins, são mais comuns nos mangues e raramente ultrapassam os 10 kg, são os filhotes do Tarpon, que depois saem dos mangues se transformam em gigantes com mais de 120 kg.

Existem alguns casos de Tarpons gigantes que nadam para os mangues para caçar, e se reproduzir, assim podemos fisgar exemplares gigantes ali. Para fisgar um belo Tapon a dica é arremessar rente a raízes de árvores, em alguns casos ele pode chegar a fazer o Rolling no mangue, visualize-o e então arremesse sua isca perto dele.

Os Tarpons também são encontrados em cardumes no meio do mangue, para isso devemos arremessar as iscas ali, mas como saber se ele está no meio ou no raso? Pelo Rolling que é quando o Tarpon sobe para a superfície para respirar.

As iscas indicadas para pescar os Baby Tarpons, são:
 jigs, camarão, iscas de meia água com até 8 cm.

O Tarpon prefere caçar presas menores, para fisgá-lo, use garateias mais reforçadas, mas fique atento ao balanceamento da isca que deve ficar o mesmo.



No fly, devemos atar Streamers de até 10 cm e apresentar ao peixe com movimentos realistas e puxões curtos. O equipamento deve ter cerca de 20 a 40 lbs, dependerá do tamanho dos peixes da região Para fly uma vara de #08 já é o suficiente para uma fisgada eficiente na boca óssea do príncipe de prata.

Não se esqueça de usar um líder de fluoro carbono ou nylon de no mínimo 0.60 mm, já que sua boca é cheia de dentículos, formando uma placa cortante e afiada.




Tarpon

Na busca por Tarpons adultos, ela é feita geralmente no oceano, principalmente em locais como Florida ou Costa Rica, mas nada impede de ir atrás deles aqui na costa brasileira, Também são encontrados nos mangues, onde se reproduzem.

Para pescá-los no bait casting use equipamento médio pesado, com carretilha de perfil baixo, com boa capacidade de linha e bom drag, essas carretilhas podem ser usadas na pesca de bait casting, com hélice, popper, jig, meia água, etc,

Também podemos usá-las na pesca de corrico com jig ou iscas de barbela
No corrico as de perfil redondo para pesca média são ótimas, use uma com capacidade de linha alta e drag de qualidade.

Se preferir molinetes, é obrigatório um carretel em alumínio e componentes de alta qualidade, use modelos que comportem muita linha e que tenham um bom drag.


Sendo assim as iscas devem ter de 12 a 30 cm e garateias super reforçadas, de alta qualidade, os modelos menores atiçam mais o instinto caçador do Tarpon, pois ele prefere caçar peixes pequenos, então compre iscas de boa qualidade e reforce os anzóis.

A pesca com iscas artificiais se usa equipamentos de 30 a 50 lbs
Também na modalidade de bait casting, as linhas de multifilamento são obrigatórias, por causa da baixa espessura, alta capacidade de tração e pouca elasticidade. Opte por linhas de 30 a 45 lbs.

O líder de fluor carbono ou nylon deve ser de no mínimo o tamanho da sua vara e espessura entre 0.90 mm e 1,40 mm, vai depender da violência do peixe.

A vara deve ser comprida, de no mínimo 2,10 m e ter resistência entre 30 a 50 lbs, e ter componentes de alta qualidade.

Para localiza-lo, use sonares, ou observe a água, veja se os Tarpons estão subindo para respirar ou caçar se não, o corrico é a melhor opção, porém a maioria dos guias sabem onde os Tarpons se acumulam, então ter um guia experiente é essencial.



Já na pesca com iscas naturais, o conjunto pode ser mais reforçado em torno de 40 a 80 lbs, e a carretilha deve ser de perfil alto, a linha deve ser multi de 60 a 150 lbs. Anzóis circulares são ótimos, pois se encaixam mais facilmente na boca do peixe, além de ser mais difícil de o peixe cuspir.

As iscas podem ser pequenas, como Tainhas, Sardinhas, Anchova, etc

No fly use varas de #10 a #12 pois a fisgada é mais eficiente e proporciona brigas mais curtas e menos cansativas, as iscas devem ser Streamers pequenos e discretos, arremesse e recolha lentamente com puxões curtos. Lembre-se que em qualquer modalidade, afrouxe a linha durante o salto.


Quando pescamos Tarpons, é comum eles cuspirem a isca artificial nos saltos, ou até mesmo nas brigas, para evitar isso, devemos usar anzóis simples na traseira da isca, isso facilita uma fisgada mais eficientes, e evita que o peixe escape, mas fique atento ao balanceamento da isca artificial.

Quem já pescou um Tarpon seja Baby ou Gigante sabe a emoção desta pescaria, E já mais ira esquecer esta emoção. Quem já fisgou um Tarpon sempre vai querer repetir esta emoção, pois a adrenalina ao ter este peixe na ponta da linha é infinita. A alegria toma conta do pescador, as pernas tremem e o coração vai a mil.

Bom amigos fica aqui mais uma super dica de pesca, quem ainda não pescou este príncipe dos mares recomendo que pratique esta pescaria quando puder. Quero agradecer aos amigos que nos acompanham e convidar quem já fisgou um Tarpon a nos enviar suas fotos dos seus belos troféus.

Um abraço amigos e boas pescarias sempre parceiros.

Comentários

Postar um comentário

Muito Obrigado por você estar acompanhando o nosso site amigo. Aproveito para convida-lo a se inscrever em nosso canal no YouTube e peço que clique nos anúncios que aparecem aqui em nosso site. Assim você esta nos ajudando a manter o mesmo com ótimas dicas. Muito Obrigado amigo.