13 de junho de 2017

As Iscas artificiais de Meia- Água e fundo mais indicadas para suas pescarias amigos








Plugs de Barbela Curta:
possuem geralmente, corpo fino e longilíneo, podendo ser flutuante, ter ação suspensa (suspending) ou afundar (do tipo sinking).o recolhimento e continuo ou com paradas sucessivas acompanhadas por toques curtos. Estão entre as melhores opções para cobrir rapidamente grandes áreas.




Colheres:
por afundarem naturalmente, estar iscas metálicas podem ser trabalhadas em diferentes profundidades. Destacando-se em pontos com alguma correnteza. O movimento oscilatório e o brilho positivo anti-enrosco são ideias para locais com muita vegetação (capinzeiros e grupamentos de algas) ou estruturas (pauleiras).






Plugs de Barbela Longa:
atingem maiores profundidades, podendo passar dos três metros. São indicados para áreas mais abertas e de maior profundidade, quando o peixe esta mais embaixo. As crankbaits de barbela longa, muito usadas na pesca de Black bass, são exemplos típicos. Seu trabalho básico consiste em recolhimento continuo ou intercalado com alguns toques de ponta de vara e paradas.


Rattlings:
iscas sem barbela em formato de losango, que normalmente afundam rapidamente e emitem barulho muito forte quando recolhidas continuamente ou de forma intercalada, com toques enérgicos, são excelentes opções para irritar os peixes quando eles se encontram no meio da coluna d’água.


Jigs:
aqui se encontram os tradicionais jigs de penas ou pelos
( também conhecidos como ‘’xuxinhas’’ e penachos) além de shads e grubs acoplados a jig heads. São grandes coringas quando tucunaré refuga os tradicionais plugs.

O ideal é arremessá-los tão logo a ação é detectada, esperando que afundem um pouco e então imprimindo toques de ponta de vara intercaladas e cadenciadas com recolhimento. Deve-se evitar arremessá-los em locais com grande quantidade de piranhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário