Barco indígena é flagrado com uma tonelada de peixe. Cacique leva multa de R$ 22 mil





Um barco indígena foi flagrado no Rio Paraguai com 1 tonelada de pescados ilegais. O cacique da tribo Guató assumiu a responsabilidade e acabou multado em R$ 22.630 mil. Agora ele irá responder por crime ambiental de pesca predatória e pode pegar de um a três anos de detenção.

Em nota, a Polícia Militar Ambiental de Mato Grosso do Sul conta que “recebeu diversas denúncias” de que os indígenas estariam abusando da pesca em uma região onde eles deveriam cumprir as leis estaduais.


Segundo as investigações, os indígenas não atuavam na área de Reserva. Eles pescavam e comercializavam o pescado no Pantanal como se fossem profissionais.

Os policiais permaneceram por dias no Rio Paraguai. Até que localizaram o barco e nele foram encontrados 1.097 Kg de peixes das espécies pintado, cachara, palmito e piranha. Os pescados foram apreendidos por estarem fora da reserva indígena, acima da cota permitida e por existir diversos exemplares capturados em tamanhos inferiores aos que a legislação autoriza.


“Para se ter ideia da importância de realizar a detenção desses indígenas que praticavam pesca predatória e cessar a depredação, durante todo o ano passado, a PMA apreendeu somente 3,6 toneladas de pescado em todo o Mato Grosso do Sul. Com eles, de uma única vez, mais de uma tonelada”, adverte a corporação.

Comentários

  1. kkkkkkkk brasil,,,,até os indios estão trapaceando segura brasil......até quando sem lei.....

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Muito Obrigado por você estar acompanhando o nosso site amigo. Aproveito para convida-lo a se inscrever em nosso canal no YouTube e peço que clique nos anúncios que aparecem aqui em nosso site. Assim você esta nos ajudando a manter o mesmo com ótimas dicas. Muito Obrigado amigo.