3 de outubro de 2016

Pescador é multado por estar transportando anzol de galho e espinhel





Homem confessou que havia cometido o crime de pesca predatória, mas que havia consumido o pescado no local.

Um pescador foi flagrado transportando 42 anzóis de galho e dois espinhéis nas proximidades do município de Brasilândia (MS).

Durante a abordagem, o homem confessou que havia cometido pesca predatória, mas que havia consumido o pescado no próprio Rio Verde.
 Ele acabou multado em R$ 2 mil.


Os apetrechos, o barco e o motor utilizados na pescaria ilegal foram apreendidos.
O infrator, de 64 anos, residente em Tupâ (SP), responderá por crime ambiental de pesca predatória. Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

Um comentário:

  1. Bom dia!

    Acho uma vergonha no Estado de Goiás, com esta palhaçada se houvesse de verdade fiscalização para todos, más infelizmente se Eu tiver uma carteira de autoridade passo na fiscalização sem nenhum problema. Alguns peixes tinha que ser liberados. Mas o governo só que ferrar os outros dando multa Pra tudo....

    ResponderExcluir