Jundiá



Nome Popular: Jundiá, Nhurundia, Mandi - Guaru, Bagre - Sapo
Nome Científico: Rhamdia quelen.
Família: Doradidae




Distribuição Geográfica :
América do Sul, incluindo a região Sul do Rio Grande do Sul.
Descrição O peixe Jundiá é um peixe de couro.
Possui coloração acinzentada e ventre branco. Destaca-se por ser uma das mais promissoras no cultivo por meio da Aquicultura, uma vez que apresenta rápido crescimento, fácil adaptação à criação intensiva, rústico, facilmente induzido à reprodução, com alta taxa de fecundação, possuindo ainda carne saborosa, com baixo teor de gordura e poucas espinhas.
Pode atingir 50cm de comprimento e 3kg de peso.


Ecologia:
É um peixe onívoro, com tendência a piscívoro, e bentônico, especulador do substrato.
Também alimenta-se de insetos terrestres e aquáticos, crustáceos e restos vegetais, além de peixes como os lambaris e os guarus.

O peixe Jundiá desova em locais com água limpa, calma e de fundo pedregoso.
Não apresenta cuidado parental. Apresenta desova múltipla, com dois picos reprodutivos por ano (um no verão e outro na primavera).

Equipamentos:
Vara do tipo leve - leve médio
 Linhas de 10 a 14 lb
Anzol até o n° 2/0.

Iscas:
Iscas naturais, como minhoca, peixes pequenos ou pedaços de queijo prato.


Dicas:
Estes peixes devem ser manuseados com cuidado, porque os espinhos das nadadeiras dorsal e peitoral podem ser bem doloridos.

Comentários