16 de abril de 2016

Dicas para a Pesca de Robalos








O Robalo é sem dúvida um dos peixes brasileiro mais esportivo na modalidade de iscas artificiais, porém, exige muita técnica do pescador e é fundamental conhecer bem seus hábitos e comportamentos que variam de acordo com as condições climáticas e marés. 

Para ser um grande pescador de Robalos tem que ser um grande observador. 


Equipamentos 
Para esta pescaria a preferência é a utilização de varas de ação rápida, já que elas envergam aproximadamente 1/3 do cabo e não demoram para voltar a posição normal depois da fisgada ou do trabalho com as iscas. A fisgada deve ser imediata e esse tipo de equipamento facilita

Locais de pesca 
O Robalo é encontrado praticamente em todo litoral brasileiro e fisgá-lo nas modalidades pesca de praia, em canais, mangue e até mesmo alguns km acima em alguns rios aonde a água é totalmente doce. 




Marés 
É bastante influenciada pelo comportamento das marés, as melhores luas são a minguante e a crescente. O Robalo torna-se extremamente ativo quando a maré está correndo principalmente quando começa a vazar (descer).  A maré ideal é aquela que corre devagar quase o dia todo. Vale lembrar que o Robalo é um predador voraz, mas caça quando as condições lhe favorecem.

Quando a maré está parada ele também para e dificilmente sairá da estrutura para se alimentar, quando a maré corre aumenta o número de presas fáceis ele se fica mais ativo. Marés com grandes variações faz com que a água corra mais rápido o que deixa a suja dificultando o trabalho da isca perto das estruturas e o peixe entra “dentro” do mangue ficando fora do alcance do pescador. 


Estruturas 
Estruturas que o Robalo costuma frequentar são: Galhadas, pedras e troncos submersos, lajes, pilares de pontes, curvas dos canais em geral. 


Iscas artificiais 
Podemos pescar o Robalo com iscas de superfície, meia-água e fundo.



O tipo de isca mais indicado e a cor dependerão dos fatores climáticos.
As mais indicadas são: sticks, sputinick, zaras, camarão, jigs do tipo peninha, plugs de meia água, Shad Rap entre outras. As cores as mais funcionais são as combinações de branco com vermelho, branco com verde limão, rosa, laranja, verde limão ou transparente.

Se for usar iscas naturais
Utilizam-se o camarão vivo, o corrupto vivo, o lambari, o mamarreis, o barrigudinho, a piaba e a manjuba.




Técnicas e dicas: 
Procure manter uma boa distância do pesqueiro, entre 10m à 15m. 
Arremesse o mais perto possível da estrutura.  Aproxime-se do pesqueiro com o motor elétrico e evite fazer barulho. Se estiver pescando com mais pessoas, variem o tipo de isca até identificar a isca mais produtiva.  Procure pescar a favor da maré e deixe com que a maré leve a isca mais próximo possível da estrutura. O melhor trabalho das iscas artificiais para o Robalo é mais lento, com toques curtos e pequenas paradas.

O robalo é um peixe que muda seu comportamento com muita facilidade. Algumas alterações climáticas podem interferir muito no seu comportamento.
Ex: ventos, movimento das marés, temperatura, transparência da água, materiais em suspensão, pressão atmosférica, chuva, luminosidade, etc.

Com a temperatura da água superior a 21 graus, o robalo torna-se ativo na superfície. 
Abaixo desta até aproximadamente 15 graus CC, pode ser encontrado à
meia água e fundo. Temperatura inferiores a 10 graus CC geralmente é imprópria para o robalo.

A pressão atmosférica é fundamental para a sua pesca, onde o ideal vai entre 1015mb e 1017mb.Tente praticar o pincho bem perto das estruturas e, se possível, dentro delas. É lá que o robalo costuma estar.

Ilhas 
Evite os pontos que ficam de frente para o mar. Procure explorar sempre as laterais, onde existe o movimento das águas. Os pontos mais produtivos ficam nas cabeceiras das ilhas, onde a força da água bate diretamente, lugar onde os Robalos caçam. 


Piers 
Nesses pontos há diversos fatores que favorece a concentração de peixes como, as colunas aonde se forma uma casca de cracas, oferecendo alimento e proteção a pequenos peixes, camarões e caranguejos que são o alimento preferido do Robalo. 
Procure pescar sempre nos pontos onde a água corre com suavidade.

Canais 
Como as baías, os canais também recebem águas de vários rios. 
Geralmente localizados paralelamente ao mar, sua extensão pode ser quilométrica, com várias barras.
Por este motivo, antes de pescar convém consultar a tábua de marés do ponto mais próximo.


A maré morta nas luas de quarto é a mais indicada para realizar uma boa pescaria nessas regiões, já que as marés maiores praticamente inviabilizam a pesca, principalmente com iscas artificiais.

Fique atento Durante as marés, o processo de decantação tende a tornar as águas mais transparentes. 
Por isso, devemos tomar alguns cuidados. Quando os peixes notam que a sua isca é artificial, troque para uma isca de ação diferente e amortize a queda da isca na água. 




Um comentário:

  1. aos pescadores de plantão, como conservar, o corrupto e o tempo de conservação.

    ResponderExcluir